2017/07/11

E havia a solidão

Horas que não passam, a saudade que aperta, o marasmo dos dias, as incertezas da vida, o cantar dos grilos, o apagar de vaga-lumes, o sono que se vai, a noite que nunca chega, o telefone calado, o tocar de folhas secas sobre a pele, o vento frio no rosto, a lágrima que não vem, a indecisão sobre o futuro, o coração que bate forte, o corpo que não para, as questões sem respostas e a solidão, a solidão, a solidão, a solidão, a solidão, a solidão, a solidão, a solidão, a solidão, a solidão, a solidão, a solidão, a solidão, a solidão, a solidão, a solidão, a solidão, a solidão, a solidão, a solidão, a solidão, a solidão, a solidão, a solidão, a solidão, a solidão, a solidão, a solidão, a solidão, a solidão, a solidão, a solidão, a solidão, a solidão, a solidão, a solidão, a solidão, a solidão, a solidão, a solidão, a solidão, a solidão, a solidão, a solidão, a solidão, a solidão, a solidão, a solidão, a solidão, a solidão, a solidão, a solidão, a solidão que preenche as linhas, mas não a mim.

Não mais.

2017/06/24

E há o encontro

Desconheço autoria

Desde as outras vezes que pairavas o teu olhar sobre o meu, eu já iniciava uma canção sem melodia definida, mas que sabia ser para ti, se algum dia a compusesse. E acabava por sempre desviar o olhar, porque me achava pequena demais ante aquelas tantas vozes de questionamentos.
Não te olhava por aqueles instantes, pois sabia que, no meu coração, algo de muito novo brotava, juntamente com o receio, por ser ainda frágil demais...
Medo, e eu preferia assim, ainda que soubesse serem recíprocos os imaturos sentimentos... e as infindas interrogações... 
Mas, mesmo assim, por um instante, desarraiguei-me das rédeas da solidão, esboçando um tímido sorriso. E me devolveste, tornando pequenas todas as nossas diferenças. Sorriste e voltei a tentar cantar. E me ouviste. Como se o meu desejo de estar ao teu lado e as tuas incertezas fossem um eterno refletir que se completa.

2017/05/10

E há o dia

Desconheço autoria

Não vou te dizer palavras bonitas e decoradas. Não vou estender meus braços até o infinito para que possas te encontrar neles. Não vou abrir meus lábios para tentar pronunciar uma palavra que me descreva. Não vou me despir de roupas, palavras e atitudes para agradar-te momentaneamente. Não vou cantar a música que nos agrada, porque acaba. Tampouco sussurrar um obrigado por tudo, porque finda-se. Desculpe, mas não tenho palavras suficientes para dizer-te que, desde quando adentraste em meu mundo, um raio de esperança, afeto e luz penetraram em meus olhos, obrigando-me a enxergar além dessas paredes. Peço-te, por esse instante, que apenas estendas a palma de tua mão, para que nela eu desenhe o que quero que tu entendas: um rabisco simplório e suave, significando que é sobre o teu olhar, aninhada nos teus braços e descansando a cabeça no teu peito que eu quero ficar. 

Amanhecer.

2017/04/23

E há o hoje

Desconheço Autoria

O que antes era apenas uma continuidade de horas, uma passagem de minutos, agora é um eterno jorrar de anseios e desejos. Eu, que antes sentava e observava o tempo passando, agora o vivo em ti, participando da tua vida, dos teus pensamentos. Tu, que não esperavas ser recebido com pétalas murchas, abdicaste da vontade de ir embora para fazer parte do meu mundo. Agora o caminhar dos meus dias é um eterno desabrochar de sentimentos soterrados. Cada minuto em tua presença é o um casulo que se rompe, uma crisálida que nasce, uma vida que surge.
Os meus dias, portanto, correm metade em ti e metade em mim. 
Podes ouvir teu coração?
Sou eu.

2017/03/29

Textos cruéis demais para serem lidos rapidamente

"às vezes a gente quer um amor que saiba o nome de todas as cidades importantes do Panamá, mas que se não souber, não tem problema também, porque há amor
alguém que não coloque a mão na frente dos olhos quando o sol for forte demais
ou a entrega for comprida demais
ou os beijos forem extensos demais, capazes de curar mágoas e angústias antigas

alguém que volte pra casa e avise que está voltando, mas que se não avisar e fizer surpresa, tudo bem tudo bem
pois o sorriso estalado no meu rosto às sete da tarde será a melhor coisa da semana pra nós dois

que se preocupe em trazer brócolis da feira, mas que me leve aos mais indelicados festivais de coxinha
e que se atente, a pessoa que deterá meu amor, para minha agonia mais sutil num dia mais cabal
vai me olhar, serenizado, e me perguntar: "com qual das mãos posso esmigalhar as suas culpas?"
não precisa entender de poesia
mas que entenda as vezes em que precisarei me ausentar
mudar de quarto
erguer muros literários

eu quero um amor que me aponte no mapa todas as possibilidades de conforto. quando, entre um dia e outro, existe a vontade de fugir pra cidade vizinha.
alguém que arrume minhas malas sem que minha consciência perceba a tempo
e que me roube

me roube!
foge comigo pra algum lugar distante?
às vezes a gente só quer sair do mundo, entrar em outro, pular em outras águas, experimentar do amor entrando na pele de maneira distinta, com gosto de adrenalina lá no fundo do organismo, lá no fundo do organismo

um amor que me coloque sobre os ombros e corra comigo como numa fotografia antiga e velha, quando o mar desponta no peito uma vontade de infinitude
um amor, um alguém-amor, para ser esse mar profundo, que não me traga medo de me afogar
a última vez que me afoguei, quase morri.
mas não quero morrer, porque amor não mata ninguém.
um amor que não se importe de dividir o mesmo espaço-tempo, o mesmo livro de literatura mexicana, o mesmo fone de ouvido, a mesma vontade de ter um jardim em casa, o mesmo anseio de escrever nas paredes da sala, a mesma vontade louca e inóspita de correr pelas ruas da cidade e só parar quando cair, quando o joelho ralar e o corpo pedir arrego
um amor-alguém para ser louco comigo, em mim, tão dentro de mim que mundo nenhum poderia furtar
alguém para debater os limites da fronteira entre a pele e o peito
entre aquilo que grita e queima
e que fica em nós e não volta

alguém que não me ache louco ou insano por gostar demais dessa coisa vertiginosa de escorrer pelas linhas do universo e estar fadado a tudo que me tira daqui, arrebata e me leva noutra dimensão
às vezes encontro Deus mas não conto a ninguém
[agora vocês sabem]
algum amor-alguém que me faça ter vontade de amar novamente
e amar sem temer
amar com a força de uma Flor desbravando o asfalto
amar com a ânsia de quem precisa muito se salvar

porque o amor salva o mundo
porque o amor é a gravidade segurando o menino-mundo na corda bamba da vida explodindo
explodindo
explodindo......."

Da página 'Textos cruéis demais para serem lidos rapidamente" no face.

:) 

2017/02/25

Você é forte

Espinhos - Minha autoria

Você é forte. 
Você é forte porque procurou lidar da melhor forma com as circunstâncias da vida que fugiram ao seu controle. 
E eu sei, foram várias. 
Você é forte porque procurou fazer as melhores escolhas. Ainda que no fim tenha percebido que não foi a melhor, você  tentou e deve se orgulhar disso, tudo bem?!
Você é forte porque quantas vezes caiu, e achou que não fosse mais conseguir... mas você tá aí inteiro. 
Olha pra você, machucado, porém cicatrizado. 
Um eterno aprendiz da vida. 
E você é forte porque não vai se transformar num amontoado de espinhos por causa dos acontecimentos da vida que não planejou. Por causa das pessoas que te feriram, não se importaram com seus sentimentos e coração. 
Não. Você não vai se transformar em nada que fuja da tua essência de continuar sendo verdadeiro com Você
Você é forte. Você é muito forte. E as pessoas ao seu redor merecem ter gente como você, com suas lágrimas, seu sorriso e sua forma de levar tudo, por perto. 
Se orgulhe de você. 
Hoje. 
Sempre. 
Pra sempre.

2017/02/08

.ver.da.de.

Eu :)

A verdade é que as coisas bonitas levam tempo. Cultivar e investir exigem paciência, zelo e dedicação. Num mundo onde tudo é pra ontem, tento administrar a ansiedade com doses de otimismo, fé e esperança. Nem sempre consigo. Nem sempre é fácil. 
Acredita, menina, que o que for pra ser vigora, brota, nasce, traz vida, traz paz e traz um sorriso de que tu não tem que escancarar pra todo mundo, só carregar bem aí, pra ti, do lado de dentro do peito.

2017/01/24

Espaços vazios


Flor no concreto - Minha autoria

No lugar de quem deixou sua vida, naquele canto do coração que ficou um vazio, eu diria ser injusto preencher com outra pessoa. Não cabe, ela será muito grande, ou pequena, ou ficará torto e feio. Cada pessoa tem seu espaço certo no nosso peito. E se alguém se foi da sua vida, acredito que esse buraco deva ser preenchido com perdão, aprendizado, sabedoria, experiências  e significado. Não tente preencher espaços com gente que não cabe neles. Independente do motivo da perda, certamente houve aprendizado nos mais diversos ângulos. É por isso que eu aprendi tanto e tão intensamente. Eu aprendi que não se deve pedir amor, exigir atitudes, chorar sozinha, lutar pelo que já se foi. E foi por isso que deixei teu espaço aqui, e procuro cuidar dele com carinho, preenchendo com lembranças bonitas e um sorriso no rosto, esse espaço, que tu bem sabes, é só teu. Só nosso. 

A vida me ensinou a preencher vazios.

2017/01/12

Poesia

A flor da saudade - Minha autoria 

Perguntei à flor se lhe é dado o direito de sentir saudades 
De quando foi beijada pelas abelhas 
Desejada pelo beija flor 
Admirada pelo sol. 
Perguntei se, por acaso, agora murcha e no fim da vida, 
Poderia sentir saudades de tudo isso. 

Porque se ela sente saudades do que viveu 
Declaro também que tenho direito 
De sentir saudades 
Do nosso amor
Que, como ela, 
um dia foi semente 
Floresceu 
Mas também teve seu fim,
E hoje adormece
Num canto do coração, 
Rodeado pelas nossas 
mais bonitas 
Lembranças.

2017/01/07

2017 e a ressurreição!

2017, o ano em que voltarei a postar no blog.
Sempre gostei tanto de escrever, desabafar, poetizar... pq parei por esse tempo todo? Para onde foi a criatividade? Pretendo resgatá-la...
Não posso deixar que o peso dos dias e das obrigações prevaleça sobre a sensibilidade, a essência.

Continuo amando ler, continuo acreditando que a vida pode ser melhor a cada dia apesar de tudo.
Quero voltar a escrever, a postar aqui, nesse espaço tão meu e onde me sinto tão livre.

Que a criatividade me encontre, a motivação, a inspiração, as palavras, os sentimentos.
Eu estou de coração aberto para vocês.

Vamos comigo?

=)